Portal do Vale Tudo

Carlos “Kaique” comemora estreia com nocaute avassalador no Jungle Fight: ‘Foi incrível’

por: PVT | @portaldovt
em 7 de fevereiro de 2020

Lutador aplicou lindo nocaute no Jungle Fight 101 – Foto: Leonardo Fabri

Um chute alto perfeito. Foi assim que Carlos “Kaique King” Henrique conseguiu um nocaute brutal para vencer em sua estreia no maior evento de MMA da América Latina. A expectativa do sergipano antes do Jungle Fight 101, que aconteceu no último dia 31 de janeiro em Contagem, Minas Gerais, era ter uma grande performance para ganhar visibilidade e deslanchar de vez no esporte. E com o nocaute mais bonito da noite, sem dúvida ele atingiu o seu objetivo. Após um primeiro round equilibrado contra Max Gandra, Kaique voltou para o segundo round mais solto e conseguiu aplicar um belo chute alto para levar o seu adversário a lona.

“Foi incrível! Eu esperava sim vencer, esperava o nocaute, porque eu treino muito os chutes, as joelhadas e as cotoveladas, então eu sabia que poderia conseguir o nocaute. A luta estava bem parelha, mas consegui aplicar aquele belo chute. Não vou dizer que gostei 100% da minha perfomance, até porque eu lutei lesionado e isso atrapalhou um pouco o meu desempenho. Mas graças a Deus deu tudo certo. E na próxima oportunidade tenho certeza que todos poderão ver um lutador melhor em ação”, disse Kaique.

Com a vitória no Jungle, o sergipano de Aracaju engatou a sua terceira vitória seguida no MMA em quatro lutas que fez até hoje. Ele perdeu apenas em sua estreia, em 2014. Passou um tempo indeciso sobre um retorno aos cages, mas voltou a lutar em 2018 e, aos 27 anos, vive um grande momento no esporte. Agora, ele planeja crescer no Jungle até chegar ao cinturão, e sonha um dia chegar ao UFC.

“Essa vitória muda muita coisa. Muda a minha vida. Ter uma vitória em um evento com essa visibilidade, você já começa a esperar coisas bem melhores para a carreira. Espero, sem dúvida, um futuro melhor, afinal estou lutando no maior evento de MMA da América Latina. Quero subir no Jungle Fight, quero ser campeão, e quem sabe um dia chegar ao UFC. Com fé em Deus vai dar tudo certo. Vou mostrar do que eu sou capaz, primeiro no Brasil e depois para o mundo inteiro. Essa estreia no Jungle foi o pontapé inicial. Pretendo defender muito a bandeira do meu Estado e do meu país. Meu único objetivo é crescer, subir no cage e dar o show que eu sei que posso dar”, concluiu o casca-grossa.

(Visited 1 times, 1 visits today)