Portal do Vale Tudo

Royler relembra duelo contra Sakuraba e garante que o japonês não seria páreo para Rickson

por: PVT | @portaldovt
em 24 de junho de 2020

Convidado do RESENHA PVT da última segunda-feira, Royler Gracie bateu um papo franco, abordou os principais capítulos de sua vitoriosa história, os clássicos no Jiu-Jitsu, e exaltou até mesmo suas derrotas. Sobre o duelo contra Kazushi Sakuraba, pelo Pride 8, em 1999, o Gracie contesta o resultado oficial da luta, que consta como vitória do japonês por finalização. 

“Não ganhei aquela luta, mas foi um acordo que a gente fez, por eu ser mais leve. Se não houvesse finalização ou nocaute, seria empate”, afirma Royler. “Na minha cabeça o Sakuraba não me ganhou; não pela regra que a gente fez. Se a gente contar os pontos, não tem dúvida, ele realmente foi absoluto na luta, teve um domínio completo. Mas a luta não terminou.”

Para Royler, o fato do árbitro terminar a luta mesmo sem ele bater na kimura encaixada se deve ao fato do interesse dos japoneses em promover uma luta entre Sakuraba Rickson. O duelo acabou nunca acontecendo, mas, caso saísse do papel, Royler acredita que o algoz não seria páreo para o irmão. 

“Acho que o Sakuraba não teria chance, sinceramente”, garante. 

Assista ao RESENHA PVT com Royler Gracie na íntegra no vídeo abaixo: