Portal do Vale Tudo

Vídeo: as maiúsculas vitórias de Justin Gaethje, Henry Cejudo e Vicente Luque no UFC 249

por: PVT | @portaldovt
em 11 de maio de 2020

O retorno do UFC em meio à pandemia do novo coronavírus, no último sábado, na Flórida, consagrou dois campeões: Justin Gaethje, interino dos leves; e Henry Cejudo, que defendeu pela primeira vez o título dos galos.

Gaethje capturou o cinturão interino com uma vitória maiúscula diante do então favorito Tony Ferguson. Foram quase 25 minutos de intensidade, com ataques e uma impressionante absorção de golpes de ambas as partes. Até que, faltando 1 minuto e 20 segundos para o fim do quinto round, o árbitro Herb Dean identificou que Ferguson não tinha mais condições de prosseguir no combate e decidiu preservá-lo, encerrando a luta.

Nem Tony Ferguson protestou contra a interrupção. O mesmo não aconteceu com Dominick Cruz na luta anterior. O ex-campeão dos galos, que não lutava desde 2016, foi acertado por uma joelhada de Henry Cejudo no rosto. Com Cruz de rosto no tablado, Cejudo aplicou uma série de socos, que foi interrompida a 2 segundos do fim do segundo round, com o fim da luta. Cruz, que estava se levantando, não poupou críticas ao árbitro.

Dois brasileiros entraram em ação no UFC 249. Pelos meio-médios, Vicente Luque venceu Niko Price pela segunda vez. Em 2017 Luque havia finalizado o americano; desta vez, o triunfo veio por interrupção médica, no terceiro round, após o brasileiro castigar o rosto do adversário. Já Fabrício Werdum não teve o mesmo sucesso. Voltando após cumprir suspensão por doping, o ex-campeão peso pesado foi superado por Alexey Oleynik por decisão dividida.

UFC 249

Jacksonville, Flórida, EUA

9 de maio de 2020

Justin Gaethje venceu Tony Ferguson por nocaute técnico no R5

Henry Cejudo venceu Dominick Cruz por nocaute técnico ano R2

Francis Ngannou venceu Jairzinho Rozenstruik por nocaute no R1

Calvin Kattar venceu Jeremy Stephens por nocaute no R2

Greg Hardy venceu Yorgan de Castro por decisão unânime

Anthony Pettis venceu Donald Cerrone por decisão unânime

Alexey Oleinik venceu Fabrício Werdum por decisão dividida

Carla Esparza venceu Michelle Waterson por decisão dividida

Vicente Luque venceu Niko Price por nocaute técnico (interrupção médica) no R3

Bryce Mitchell venceu Charles Rosa por decisão unânime

Ryan Spann venceu Sam Alvey por decisão dividida